Preces

Preces2018-07-14T22:14:26+00:00

Em nome de Deus Todo-Poderoso, que os maus espíritos se afastem de mim, e que os bons me defendam deles!

Espíritos malfazejos, que inspirais maus pensamentos aos homens;

Espíritos enganadores e mentirosos, que os enganais;

Espíritos zombeteiros, que zombais da sua credulidade;

Eu vos repilo com todas as minhas forças e fecho os meus ouvidos às vossas sugestões, mas peço para vós a misericórdia de Deus.

Bons espíritos, que me assistis, dai-me a força de resistir à influência dos maus espíritos e as luzes necessárias para não cair nas suas tramas.

Preservai-me do orgulho e da presunção, afastai do meu coração o ciúme, o ódio, e malevolência, e todos os sentimentos contrários à caridade, que são outras tantas portas abertas aos espíritos maus.

Espíritos sábios e benevolentes, mensageiros de Deus, cuja missão é assistir aos homens e conduzi-los pelo bom caminho, amparai-me nas provas desta vida; dai-me força de sofrê-las sem lamentações; desviai de mim os maus pensamentos e fazei com que eu não dê acesso a nenhum dos maus Espíritos que tentarem induzir-me ao mal.

Esclarecei a minha consciência sobre os meus próprios defeitos e tirai-me dos olhos o véu do orgulho, que poderia impedir-me de percebê-los e de confessá-los a mim mesmo.

Vós, sobretudo, meu Anjo Guardião, que velais mais particularmente por mim, fazei que eu me torne digno da vossa benevolência.

Vós conheceis as minhas necessidades; que elas sejam satisfeitas segundo a vontade de Deus.

Meu Deus, permiti que os Bons Espíritos que me assistem possam ajudar-me, quando me achar em dificuldades e amparar-me nas minhas vacilações. Senhor, que eles me inspirem a fé, a esperança e a caridade; que sejam pra mim um apoio, que eu neles encontre a força que me faltar nas provas da vida, e para resistir às sugestões do mal, a fé que salva e o amor que consola.

Derramai, Senhor, nós vos pedimos, sobre todos os que sofrem, como espíritos errantes, no espaço, ou entre nós, como espíritos encarnados, a graça do vosso amor e da vossa misericórdia! Tende piedade das nossas fraquezas. Vós nos fizestes falíveis, mas nos destes a força de resistir o mal e de vencê-lo. Que a vossa misericórdia se estenda sobre todos os que puderam resistir às suas más tendências e ainda se encontram arrastados pelo caminho do mal. Que os Bons Espíritos os envolvam; que as vossas luzes brilhem aos seus olhos e que atraídos pelo seu calor vivificante, venham prosternar-se aos vossos pés, humildes, arrependidos e submissos.

Nós vos pedimos igualmente, Pai de Misericórdia, pelos nossos irmãos que não tiveram forças para suportar suas provas terrenas. Vós nos dais um fardo a carregar, Senhor, e só devemos depô-lo aos vossos pés! Mas a nossa fraqueza é demasiada, e a coragem nos falta algumas vezes em meio do caminho! Tende piedade desses servos indolentes, que abandonaram o trabalho antes da hora! Que a vossa justiça os poupe e, permite, Senhor, que os Bons Espíritos lhes levem alívio, consolações e esperanças! A perspectiva do perdão fortalece as almas: abre-a, Senhor, para os culpados que se desesperam e, sustentados por essa esperança, eles encontrarão forças na própria intensidade de suas faltas e de seus sofrimentos, para resgatarem o seu passado e se predisporem à conquista do futuro.

Deus, Pai de misericórdia, criador de todas as coisas.

Invocamos o Teu Espírito Santo sobre este lar e seus moradores. Assim como visitaste e abençoaste a casa de Abraão, de Isaac e de Jacó, visita-nos e guarda-nos na Tua luz.

Guarda estas paredes de todos os perigos, do incêndio, da inundação, do raio, dos assaltos e de todo e qualquer mal.

Venham teus anjos de paz!

Suplicamos também a proteção e a saúde para todos os que aqui habitam.

Afasta-os da divisão e da falta de fé.

Abençoa e guarde este lar e todos os que o visitam.

Por Cristo Jesus, Amém.

Deus nosso Pai, que sois todo poder e bondade,
Dai a força àquele que passa pela provação,
Dai a luz àquele que procura a verdade;
Ponde no coração do homem a compaixão e a caridade.

Deus! Dai ao viajante a estrela guia,
ao aflito a consolação,
ao doente o repouso.

Pai! Dai ao culpado o arrependimento,
ao espírito a verdade,
à criança o guia,
ao órfão o pai.

Senhor! Que a Vossa bondade se estenda sobre tudo que criastes.

Piedade, Senhor, para aqueles que não Vos conhecem; esperança àqueles que sofrem. Que a Vossa bondade permita sempre aos espíritos consoladores derramarem por toda parte a paz, a esperança e a fé.

Deus! Um raio, uma faísca do Vosso amor pode abrasar a Terra! Deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão; todas as dores acalmar-se-ão. Um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos.
Oh! Poder…
Oh! Bondade…
Oh! Beleza…
Oh! Perfeição…
E queremos de alguma sorte alcançar a Vossa misericórdia.

Deus!

Dai-nos a força de ajudar o progresso, a fim de subirmos até Vós;
Dai-nos a caridade pura;
Dai-nos a fé e a razão;
Dai-nos a simplicidade, que fará de nossas almas um espelho onde se deva refletir a Vossa imagem.

Creio em Deus todo poderoso, Criador do céu e da Terra,
e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo.

Nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos.
Foi crucificado, morto e sepultado,
Desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia,
Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.

Creio no Espírito Santo,
na Santa Igreja Católica,
na comunhão dos santos,
na remissão dos pecados,
na ressureição da carne,
na vida eterna.

Amém!

Senhor, dignai-vos lançar um olhar de bondade aos Espíritos imperfeitos, que estão ainda nas trevas da ignorância e que vos desconhecem, principalmente ao Espírito de Fulano. Bons Espíritos, ajudai-nos a fazê-lo compreender que, induzindo os homens ao mal, obsedando-os e atormentando-os, prolonga os seus próprios sofrimentos; fazei que o exemplo da felicidade que gozais se torne um encorajamento para eles. Espírito que te comprazes ainda na prática do mal, ouviste a prece que fizemos por ti; ela deve provar-te que desejamos fazer-te o bem embora faças o mal.

És infeliz, pois é impossível ser feliz praticando o mal. Por que, pois, permanecer no sofrimento, quando depende de ti sair dele? Não vês os Bons Espíritos que te cercam, como são felizes, e não te seria agradável gozar também dessa felicidade? Dirás que isso é impossível, mas nada é impossível para aquele que o quer, porque Deus te deu, como a todas as criaturas, a liberdade de escolher entre o bem e o mal, o que vale dizer: entre a felicidade e a desgraça e ninguém é condenado a fazer o mal. Se tens a vontade de o fazer, podes ter também a de fazer o bem e ser feliz. Eleva os teus olhos a Deus; eleva o teu pensamento a Ele, apenas por um instante, e um raio de sua divina luz virá esclarecer-te. Dize conosco estas simples palavras: Meu Deus, eu me arrependo, perdoa-me! Tenta arrepender-te e fazer o bem em lugar do mal, e verás que prontamente a sua misericórdia descerá sobre ti, e um bem-estar desconhecido virá substituir as agonias que sofres.

Quando tiveres dado um passo no caminho do bem, o resto será fácil. Compreenderás, então, quanto tempo perdeste da tua felicidade, por tua própria culpa. Mas um futuro radioso e cheio de esperança se abrirá diante de ti, fazendo-te esquecer o teu miserável passado, cheio de perturbações e de torturas morais, que seriam para ti um inferno, se tivessem de durar eternamente. Chegará o dia em que essas torturas serão tais, que a todo custo quererás fazê-las cessar; porém, quanto mais esperares para tomar uma decisão, mais difícil te será escapares a elas. Não creias que ficarás sempre nesse estado. Não, porque isso é impossível. Tens duas perspectivas pela frente: uma, é a de sofrerem muitíssimo mais até do que agora; outra, a de seres feliz como os Bons Espíritos que estão ao teu redor. A primeira é inevitável, se persistires na tua obstinação; para a segunda, basta um simples esforço da tua vontade, que te afastará do mau caminho. Apressa-te, portanto, pois cada dia de atraso é um dia de felicidade que perdeste!

Bons Espíritos, fazei que estas palavras encontrem acesso nessa alma ainda atrasada, e possam ajudá-la a aproximar-se de Deus! Nós vo-lo pedimos em nome de Jesus Cristo, que teve tão grande poder sobre os Espíritos maus.

Por Alguém que Acaba de Desencarnar

Senhor Todo-Poderoso, que vossa misericórdia se estenda sobre nosso irmão que acaba de deixar a Terra! Que vossa luz brilhe a seus olhos! Tirai-o das trevas; abri seus olhos e seus ouvidos! Que vossos bons Espíritos o envolvam e lhe façam ouvir as palavras de paz e de esperança!

Senhor, por mais indignos que sejamos, ousamos implorar vossa misericordiosa indulgência em favor desse nosso irmão que acaba de ser chamado do exílio; fazei com que seu retorno seja o do filho pródigo. Perdoai, meu Deus, as faltas que possa ter cometido, para vos lembrardes somente do bem que haja feito. Vossa justiça é imutável, nós o sabemos, mas vosso amor é imenso. Nós vos suplicamos para apaziguar a vossa justiça por essa fonte de bondade que emana de vós.

Que a luz se faça para vós, meu irmão, que acabais de deixar a Terra! Que os bons Espíritos do Senhor desçam até vós, vos rodeiem e vos ajudem a sacudir as vossas correntes terrenas! Compreendei e vede a grandeza do Nosso Senhor: submetei-vos, sem murmurar, à sua justiça, mas não desacrediteis nunca da sua misericórdia. Irmão, que um sério exame do vosso passado vos abra as portas do futuro, ao vos fazer compreender as faltas que deixastes atrás de vós e o trabalho que vos resta fazer para repará-las! Que Deus vos perdoe e que seus bons Espíritos vos sustentem e vos encorajem! Vossos irmãos da Terra orarão por vós e vos pedem para orar por eles.

Deus, infinitamente bom, suplico a vossa misericórdia para o Espírito que obseda Fulano! Fazei que ele perceba as divinas claridades, a fim de que reconheça a falsidade do caminho que está seguindo. Bons Espíritos, ajudai-me a fazê-lo compreender que ele tem tudo a perder na prática do mal, e tudo a ganhar na prática do bem!

Espírito que vos comprazeis em atormentar Fulano ouvi-me, pois, que vos falo em nome de Deus! Se quiserdes refletir, compreendereis que o mal não pode levar ao bem, e que não podeis ser mais forte do que Deus e os Bons Espíritos, que poderão preservar Fulano de qualquer atentado de vossa parte. Se não o fizeram, foi porque ele tinha uma prova a sofrer. Mas quando essa prova terminar, eles vos impedirão de agir sobre ele. O mal que lhe tiverdes feito, em vez de prejudicá-lo, terá servido para o seu adiantamento, tornando-o mais feliz. Assim, a vossa maldade terá sido em vão, mas tornará fatalmente contra vós.

Deus, que é Todo-Poderoso, e os Espíritos Superiores, seus servidores, que são mais poderosos do que vós, podereis então por um fim a essa obsessão, quando quiserem, e a vossa tenacidade se quebrará contra essa autoridade suprema. Mas, por ser bom, quer Deus vos deixar o mérito de interrompê-la pela vossa própria vontade. É uma concessão que vos faz, e se não a aproveitardes, tereis de sofrer deploráveis conseqüências, pois, grandes castigos e duros sofrimentos vos esperam. Sereis forçados a implorar a sua piedade e as preces da vossa vítima, que já vos perdoou e ora por vós, o que é um grande mérito aos olhos de Deus e apressará a sua libertação. Refleti, pois, enquanto é tempo, porque a justiça de Deus pesará sobre vós, como sobre todos os outros Espíritos rebeldes. Lembrai-vos de que o mal que fazeis neste momento terá forçosamente um fim, enquanto que, se persistirdes no vosso endurecimento, os vossos sofrimentos aumentarão sem cessar.

Quando estivestes na Terra, não consideráveis estúpido, sacrificar um grande bem por uma pequena e breve satisfação? Acontece o mesmo agora que sois Espíritos.  O que ganhais com o que estais fazendo? O triste prazer de atormentar alguém, que nem sequer vos impede de ser infeliz, por mais que afirmeis o contrário, e mais infeliz ainda vos fará no futuro!

Ao lado disso, vede o que perdeis: observai os Bons Espíritos que vos cercam e dizei se a sua sorte não é preferível à vossa. A felicidade que desfrutam será também vossa, quando o quiserdes. O que é necessário para tanto? Implorar a Deus o seu auxílio, e fazer o bem em vez de fazer o mal. Bem sei que não podeis transformar-vos de um momento para outro; mas Deus não quer o impossível; o que deseja é apenas a boa vontade. Tentai, portanto, e nós vos ajudaremos. Fazei que bem logo possamos dizer em vosso favor a prece pelos Espíritos em arrependimento e não mais vos classificar entre os maus Espíritos, enquanto esperamos o momento de vos contar entre os bons.

Deus de misericórdia, que aceitais o arrependimento sincero do pecador, encarnado ou desencarnado, eis aqui um Espírito que se comprometeu com o mal, mas que reconhece os seus erros e entra no bom caminho.

Dignai-vos Senhor, recebê-lo como filho pródigo e dar-lhe o vosso perdão. Bons Espíritos, se ele desprezou as vossas vozes, agora deseja ouvi-las. Permite-lhe entrever a felicidade dos eleitos do Senhor, para que persista no desejo de se purificar a fim de atingi-la. Sustentai-o nas suas boas resoluções e dai-lhe a força de resistir aos seus maus instintos.

E a ti, Espírito de Fulano, nossas felicitações pela vossa modificação e nossos agradecimentos aos Bons Espíritos que te ajudaram! Se antes te comprazias no mal, era porque não sabias como é doce e bom fazer o bem e porque te julgavas demasiado baixo para o conseguir. Mas, desde o instante em que puseste o pé no bom caminho, uma nova luz se fez para ti. Começaste a gozar, então, de uma felicidade desconhecida e a esperança brilhou no teu coração. É que Deus sempre escuta a prece do pecador em arrependimento, jamais repelindo os que o procuram.

Para voltar completamente à graça do Senhor, aplica-te de agora em diante, não só a evitar o mal, mas em fazer o bem e sobretudo em reparar o mal que fizeste. Então terás satisfeito a justiça de Deus, pois cada boa ação apagará uma de tuas faltas passadas. O primeiro passo está dado; agora, quanto mais avançares, mais o caminho te parecerá fácil e agradável. Persevera, pois, e um dia terás a glória de ser contado entre os Bons Espíritos, entre Espíritos Bem-Aventurados.

Senhor, que jamais desistamos de Vos seguir, deixemos de ter esperança de um amanhã melhor, pois se estais conosco, lançaremos nossas redes quantas vezes for necessário, sempre no otimismo de que conseguiremos tudo o que almejamos se estivermos unidos a Vós e vivendo a Vossa vontade. Sabeis sempre o que é melhor.

Senhor, dai-nos uma sincera entrega, abandono, confiança total em Vós, pois nada Vos entristece mais do que nossa falta de confiança em Vosso tão santo e perfeito amor.

Senhor, percebo que não valorizo a paz, se não passo antes pela dor. Ensinai-me a ser sempre grata, não me detendo no que nos falta, mas em tudo que me concedeis por Vossa imensa bondade. Que após a dor de um Santo Calvário, conheça a alegria de uma feliz e Santa Ressureição. Por Cristo nosso Senhor, Amém.

Senhor,

Faz de nosso lar um ninho do Teu amor.

Que não haja amargura, porque Tu nos abençoas.

Que não haja egoísmo, porque Tu nos animas.

Que não haja rancor, porque Tu nos perdoas.

Que não haja abandono, porque Tu estás conosco.

Que saibamos caminhar para Ti em nossa rotina diária.

Que cada manhã seja o início de mais um dia de entrega e sacrifício.

Que cada noite nos encontre ainda mais unidos no amor.

Faz, Senhor, dos nossos filhos o que Tu anseias;

Ajuda-nos a educa-los e orientá-los pelos Teus caminhos.

Que nos esforcemos no consolo mútuo.

Que façamos do amor um motivo para amar-Te mais.

Que possamos dar o melhor de nós mesmos para sermos felizes no lar.

Que, ao amanhecer o grande dia de ir ao Teu encontro, nos concedas estarmos unidos para sempre a Ti.

Amém.

Dentro do círculo infinito da divina presença que me envolve inteiramente, afirmo:

Há uma só presença aqui, é a da Harmonia, que faz vibrar todos os corações de felicidade e alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia.

Há uma só presença aqui, é a do Amor. Deus é o Amor que envolve todos os seres num só sentimento de unidade. Este recinto está cheio da presença do Amor. No Amor eu vivo, me movo e existo. Quem quer que aqui entre, sentirá a pura e santa presença do Amor.

Há uma só presença aqui, é a da Verdade. Tudo que aqui existe, tudo que aqui se fala, tudo que se pensa é a expressão da Verdade. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença da Verdade.

Há uma só presença aqui, é a da Justiça. A Justiça reina neste recinto. Todos os atos aqui praticados são regidos e inspirados pela Justiça. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença da Justiça.

Há uma só presença aqui, é a presença de Deus o Bem. Nenhum mal pode entrar aqui. Não há mal em Deus. Deus, o bem, reside aqui. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença divina do Bem.

Há uma só presença aqui, é a presença de Deus a Vida. Deus é a Vida essencial de todos os seres. É a Saúde do corpo e da mente. Quem quer que aqui entre, sentirá a divina presença da Vida e da Saúde.

Há uma só presença aqui, é a presença de Deus a Prosperidade. Deus é Prosperidade, pois Ele faz tudo crescer e prosperar. Deus se expressa na Prosperidade de tudo o que aqui é empreendido em seu nome. Quem quer que aqui entre, sentirá a divina presença da Prosperidade e da Abundância.

Pelo símbolo esotérico das Asas Divinas estou em vibração harmoniosa com as correntes universais da Sabedoria, do Poder e da Alegria.

A presença da Divina Sabedoria manifesta-se aqui. A presença da Alegria Divina é profundamente sentida por todos os que aqui penetram.

Na mais perfeita comunhão entre o meu Eu Inferior e o meu Eu Superior, que é Deus em mim, consagro este recinto a mais perfeita expressão de todas as qualidades divinas que há em mim e em todos os seres. As vibrações do meu pensamento são forças de Deus em mim, que aqui ficam armazenadas e daqui se irradiam para todos os seres, constituindo este lugar um centro de emissão e recepção de tudo o quanto é Bom, Alegre e Próspero.

Oração de Agradecimento
Agradeço-te ó Deus, porque este recinto está cheio da Tua Presença.
Agradeço-te, porque vivo e me movo por Ti.
Agradeço-te, porque vivo em Tua Vida, Verdade, Saúde, Prosperidade, Paz, Sabedoria, Alegria e Amor.
Agradeço-te, porque estou em Harmonia, Amor, Verdade e Justiça com todos os seres. Amém

Deus Todo-Poderoso, que vedes as nossas misérias, dignai-vos escutar, favoravelmente, a súplica que vos dirijo nesse momento. Se meu pedido for inconveniente, perdoai-me; se for útil e justo a vossos olhos, que os bons Espíritos, que executam vossa vontade, venham em minha ajuda para sua realização.

Como quer que seja, meu Deus, que vossa vontade seja feita. Se meus desejos não forem atendidos, é que é da vossa vontade provar-me e eu me submeto sem queixas. Fazei com que eu não desanime nem desencoraje e que nem a minha fé e nem a minha resignação sejam abaladas. (Fazer o pedido em seguida).

Meu Deus, perdôo a Fulano o mal que me fez e o que pretendia fazer-me, como desejo que me perdoeis, e que ele por sua vez me perdoe as faltas que eu tenha cometido e o puseste no meu caminho como prova, seja feita a Vossa vontade.

Afastai de mim, ó meu Deus, a idéia de maldizê-lo, e qualquer sentimento malévolo contra ele. Que eu não sinta jamais nenhuma alegria pelos males que o possam atingir, nem qualquer aborrecimento pelos benefícios que ele venha a receber, a fim de não manchar minha alma com sentimentos indignos de um cristão.

Possa a Vossa bondade, Senhor, ao tocar-lhe o coração, induzi-lo a melhores sentimentos para comigo!

Bons Espíritos, inspirai-me o esquecimento do mal e a lembrança do bem! Que nem o ódio, nem o rancor, nem o desejo de lhe retribuir o mal, penetrem no meu coração, porque o ódio e a vingança são próprios unicamente dos maus espíritos, encarnados ou desencarnados! Eu esteja, pelo contrário, sempre pronto a lhe estender a mão fraterna, a pagar-lhe o mal com o bem, e a ajudá-lo quanto possível.

Desejo, para experimentar a sinceridade das minhas palavras, que se apresente uma oportunidade de lhe ser útil. Mas, sobretudo, ó meu Deus, preservai-me de fazê-lo por orgulho ou ostentação, abatendo-o com uma generosidade humilhante, o que anularia os méritos de minha atitude. Porque, nesse caso, eu bem mereceria estas palavras de Cristo: Já recebestes a vossa recompensa.

Senhor, Deus da paz, Tu criaste os homens para serem herdeiros da Tua Gloria.

Nós Te bendizemos a agradecemos porque nos enviaste Jesus, Teu filho bem-amado.

Tu fizeste d’Ele, no mistério da Sua Páscoa o realizador da nossa salvação. A fonte da paz. O laço de toda fraternidade. Agradecemos pelos desejos, esforços e realizações que Teu espírito de paz suscitou em nossos dias, para substituir ódio pelo amor, a desconfiança pela compreensão, a indiferença pela solidariedade.

Abre ainda mais nossos espírito e nosso coração para as exigências concretas do amor a todos os irmãos, para que sejamos cada vez mais, artífices da paz.

Lembra-Te, ó Pai, de todos os que lutam, sofrem e morrem para o nascimento de um mundo mais fraterno.

Que para os homens de todas as raças e línguas venha Teu reino de justiça, paz e amor. Amém.

Sabemos qual a sorte que espera os que violam a vossa lei, Senhor, para abreviar voluntariamente os seus dias!
Mas sabemos também que a vossa misericórdia é infinita. Estendei-a sobre o Espírito de Fulano, Senhor!

E possam as nossas preces e a vossa comiseração abrandar as amarguras dos sofrimentos que suporta, por não ter tido a coragem de esperar o fim das suas provas!

Bons Espíritos, cuja missão é assistir os infelizes, tomai-o sob a vossa proteção; inspirai-lhe o remorso pela falta cometida, e que a vossa assistência lhe dê a força de enfrentar com mais resignação às novas provas que terá de sofrer, para repará-la.

Afastai dele os maus Espíritos, que poderiam levá-lo novamente ao mal, prolongando os seus sofrimentos, ao fazê-lo perder o fruto das novas experiências.

E a ti, cuja desgraça provoca as nossas preces, que possa a nossa comiseração adoçar a tua amargura, fazendo nascer em teu coração a esperança de um futuro melhor!.

Esse futuro está nas vossas próprias mãos: confia na bondade de Deus, que espera sempre por todos os que  se arrependem, e só é severo para os de coração empedernido.

Print Friendly, PDF & Email