Recomeçar

//Recomeçar

Recomeçar

Olá amigos, hoje vamos falar sobre recomeços. Quem nunca passou por mudanças, fases, finalizações?

O final de um relacionamento, rompimento com amigos, demissão de emprego, enfim, situações que todos passamos e que nos deixam com uma sensação absurda de vazio.

Muitas vezes me senti assim, parecia que estava vazia, sem sentimento. Perdi o chão, a motivação, a alegria e até a identidade. Sim, identidade!

Quando ficamos muito tempo num relacionamento passamos a compartilhar muitas coisas, ceder, fazer coisas a dois. Passamos a viver em conjunto. E quando acaba, parece que não estamos inteiros.

Me perguntei muitas vezes nesta situação: O que eu realmente gosto? O que eu não gosto? Onde estão os amigos que, de certa forma, acabei afastando?

Sempre digo que a fase do “luto” é necessária em qualquer tipo de perda. A fase em que ficamos tristes e deprimidos. Por um determinado tempo, isto é normal. Claro que se esta fase se prolongar por muito tempo, será necessário procurar ajuda profissional.

Vou recorrer a três cartas do Tarô que podem nos dar uma orientação.

A Roda da Fortuna          A Morte          Pagem de Copas

A RODA DA FORTUNA – esta carta nos diz dos ciclos da vida. Um dia estamos no topo, depois vamos caindo até estar por baixo. Passado algum tempo vamos nos reerguendo até voltar ao topo.

Todos nós passamos por estes ciclos durante a vida. E o conselho que recebo sempre dos meus amigos espirituais é: “Quando estiver no topo, prepare-se para a queda, para que ela não lhe pegue desprevenida.”

A MORTE – a carta da morte vem nos dizer, não de morte física, mas da morte de uma situação. Muitas vezes é necessário que a quebra ocorra para que possamos emergir mais fortes.

Se pararmos para analisar, as grandes mudanças em nossas vidas geralmente são para melhor.

É normal ficarmos inseguros com as mudanças, pois saímos da nossa zona de conforto. Mas só o desconforto traz crescimento.

O PAGEM DE COPAS – esta carta traz um jovem plantando uma flor. É a carta do recomeço, das novas oportunidades que estão por vir. Do refazimento físico e espiritual. Recomeçar é preciso.

Aproveite esta fase de recomeço. No início podemos ficar meio desconfortáveis, mas a medida que vamos refletindo e nos abrindo para a vida, as oportunidades aparecem.

Reflita, analise, muitas vezes ficamos presos a alguma situação por estarmos acomodados nela. O que não quer dizer que era o melhor para nós, mas era o mais fácil, o conhecido.

O recomeço é um tempo de ser feliz. De se descobrir, de avançar, fazer o que gosta, tentar novas possibilidades.

Acredite em você. Temos uma força interior muito grande, uma luz que está lá dentro, escondida, esperando que nós a façamos brilhar.

Faça sua luz brilhar, e nada, nem ninguém conseguirá lhe atingir.

Um beijo no seu coração.

Fernanda Filippini

 

Print Friendly, PDF & Email
2017-03-18T21:29:53+00:0007 março 2015|Categorias: Autoestima|Tags: , , |

About the Author:

Olá, meu nome é Fernanda, mas me chamam de Nanda, Fê, Fer, etc.. fique à vontade! Tenho 48 anos, nasci e moro em São Paulo. Sou espiritualista e procuro retirar o melhor que cada religião tem a oferecer. Trabalho numa fraternidade espírita há muitos anos. E com o passar do tempo, as pessoas começaram a me procurar para conversarem, desabafar, falar sobre seus problemas. De alguma forma inspirava confiança nelas. Paralelamente fui me aperfeiçoando nas Terapias Holísticas. Minha mediunidade é a intuição. Minha mentora direta é Nahira e a cigana que me acompanha é Lia. Elas estão sempre por perto me orientando e ajudando quando preciso ouvir e aconselhar alguém. Muitas vezes eu mesma me surpreendo com as palavras que falo. Fora elas temos os mentores da Fraternidade que orientam nosso trabalho, pois independente de qualquer coisa, nosso maior desejo é que as pessoas realmente descubram a força que têm dentro de si mesmas.