Passado…

//Passado…

Passado…

Onde está o seu passado?
No passado mesmo ou no presente?

Lembra da música do Lulu Santos?

“Só o passado rondando
Minha porta
Feito alma penada…”

Não podemos mudar o que aconteceu em nossas vidas.
Não podemos voltar um segundo sequer.
Não podemos pegar de volta as palavras ditas, nem atitudes tomadas.

Mas tenha em mente que você fez o que sabia com o conhecimento e o entendimento que tinha na época.

Se hoje você percebe que não foi legal, ótimo! Significa que hoje você consegue enxergar e isto é um passo para melhorar sua atitude.

Ficar preso a uma situação, não se perdoar ou remoer algum acontecimento é como se deparar com uma pedra e parar a caminhada. Dê a volta, faça um contorno e continue andando.

Por pior que foram suas atitudes, já foi. Por pior que tenham sido as situações pelas quais você passou, já passou.

Se acha que tem que melhorar em alguns pontos, melhore, se cuide, se perdoe. Mas não prenda o passado.
Você sabia que a prisão de ventre é um sintoma de quem não deixa o passado ir embora?
Vire a página e prossiga.

“Você não pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas você pode começar agora e fazer um novo final”.
Chico Xavier

Paz e luz,

Fernanda Filippini

 

Print Friendly, PDF & Email
2017-03-18T21:24:47+00:0025 janeiro 2015|Categorias: Reflexões|Tags: , |

About the Author:

Olá, meu nome é Fernanda, mas me chamam de Nanda, Fê, Fer, etc.. fique à vontade! Tenho 48 anos, nasci e moro em São Paulo. Sou espiritualista e procuro retirar o melhor que cada religião tem a oferecer. Trabalho numa fraternidade espírita há muitos anos. E com o passar do tempo, as pessoas começaram a me procurar para conversarem, desabafar, falar sobre seus problemas. De alguma forma inspirava confiança nelas. Paralelamente fui me aperfeiçoando nas Terapias Holísticas. Minha mediunidade é a intuição. Minha mentora direta é Nahira e a cigana que me acompanha é Lia. Elas estão sempre por perto me orientando e ajudando quando preciso ouvir e aconselhar alguém. Muitas vezes eu mesma me surpreendo com as palavras que falo. Fora elas temos os mentores da Fraternidade que orientam nosso trabalho, pois independente de qualquer coisa, nosso maior desejo é que as pessoas realmente descubram a força que têm dentro de si mesmas.