Mitologia – Sereias

//Mitologia – Sereias

Mitologia – Sereias

Bom dia amigos!

Continuando com a nossa saga sobre a mitologia grega, falaremos um pouco sobre as Sereias. A Sereia é um ser mitológico parte mulher e parte peixe. É provável que o mito tenha tido origem em relatos da existência de animais com características próximas daquela que, mais tarde foram classificados como sirênios.

Filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore, tal como as harpias, habitavam os rochedos entre a ilha de Capri e a costa da Itália. Além de bonitas e sedutoras, as sereias mitológicas possuíam uma voz doce e encantadora, que convidava os marinheiros que passavam por perto, fazendo com que chocassem seus navios contra os rochedos e afundassem. As sereias representam na cultura contemporânea o sexo e a sensualidade.

No Brasil, há lendas que contam da Iara, figura semelhante a uma sereia que viveria nos rios do norte do país. Nas pedras das encostas costuma chamar a atenção dos homens devido ao seu canto: as vítimas seguem a Iara até o fundo dos rios, de onde nunca mais voltam.

Os poucos sobreviventes acabam voltando loucos devido ao encantamento da sereia e apenas um ritual realizado por um pajé pode curar o feitiço. Iemanjá também é identificada como sereia devido a influências das lendas indígenas sobre a Iara.

Há muitas versões do mito de Iemanjá e suas variações, o que pode ser explicado pelos diferentes grupos étnicos de negros trazidos ao Brasil como escravos. Segundo alguns desses mitos, para derrotar a sereia ao cantar, o único jeito seria cantar melhor que ela.

Os equivalentes masculinos das sereias são chamados de tritões, nome de seres da mitologia grega que eram representados como homens-peixes e não estavam relacionados às antigas sirenes.

Na verdade, a lenda diz que o primeiro Tritão era filho de Poseidon e Anfitrite. Era um fiel servidor de seus pais, atuando como seu mensageiro e acalmando as águas do mar para que a carruagem de Poseidon deslizasse com segurança.

Para tal, ele se utilizava de búzios como instrumento, produzindo assim uma música apaziguadora.

Buena Dicha!

Dani

Print Friendly, PDF & Email
2017-03-18T20:23:54+00:0019 fevereiro 2014|Categorias: Mitologia, Mitos e Lendas|Tags: , |

About the Author: