Lilith

Bom dia Queridos Amigos!

Hoje falaremos um pouco sobre Lilith. Ela é considerada em algumas religiões como a primeira mulher de Adão, feita por Deus da mesma matéria prima (barro).

Na lenda, assim que Deus criou a primeira mulher de Adão, eles imediatamente começaram a brigar. Por seu temperamento forte, Lilith sentia-se ultrajada por ter que se submeter às vontades de Adão. Não aceitava ter que “ficar por baixo durante as relações sexuais” uma vez que era igual a ele.

Desse modo, ela fugiu do seu companheiro e, após uma reclamação de Adão ao Pai, Deus mandou três de seus anjos para buscá-la. Com sua recusa de voltar para ser submissa a Adão, ela foi condenada a perder 100 filhos por dia. Mas, há contradição: em outras referências temos Lilith como “mãe” de Súcubos e Íncubos – demônios que se alimentam da energia sexual.

Nasce assim a tradição de se colocar amuletos com o nome dos anjos enviados no berço dos recém-nascidos, para que as crianças ficassem protegidas de Lilith.

Seu símbolo é a Lua, pois como tal, é cercada de fases boas e ruins. No tarô, Lilith é representada pela carta da Lua, que num significado direto é uma carta negativa relacionada à loucura, traição, brigas, confusão e situações ocultas. No entanto, a Lua também é uma carta que trás a cura de todas as situações, dependendo das demais cartas que a acompanham.

No tarô Mitológico, a carta da Lua é representada por Hecates e não por Lilith.

Em relação à saúde, essa carta representa doenças do aparelho reprodutor feminino, útero e ovário. Também traz notícias de gravidez de auto risco e complicações pré e pós parto. Homens e mulheres devem ficar em alerta para uso moderado de bebidas alcoólicas.

Mas, voltando a Lilith, não encontraremos nenhuma referência a ela na Bíblia Católica, porém existem referências na Bíblia Hebraica.

Enfim, de toda a história relatada, a única conclusão que chegamos é de que foi ela a primeira mulher a brigar pelos direitos iguais entre ambos os sexos!

Uma excelente quinta feira a todos nós!

Daniela Filippini

 

Print Friendly, PDF & Email
2017-03-18T19:18:00+00:0031 outubro 2013|Categorias: Mitologia, Mitos e Lendas|Tags: , , , |

About the Author: