Energizando Seu Cristal

//Energizando Seu Cristal

Energizando Seu Cristal

Energizar é alimentar um cristal com energia favorável para o seu maior desempenho. Na natureza, os cristais energizam-se espontaneamente; porém, dentro de ambientes fechados, em constante contato conosco e nossos problemas, muito de suas energias se esvaem na intenção de harmonizar o ambiente e nossos corações.   Por isso, é necessário uma periódica realimentação energética para que um cristal permaneça saudável, irradiando luz e beleza, velando por todos nós.

Energizamos os cristais sempre após a sua limpeza. Os metidos mais conhecidos de energização são:

Água Doce – Como vimos, além de limpar, a água doce é um fantástico energizador dos cristais, principalmente as águas de uma cachoeira, de um rio ou da chuva. Quem não puder levar seus cristais para passear, procure então coletar e trazer essas águas até eles. Caso não dê, apele para a água mineral ou filtrada, e, se não tiver mesmo jeito, utilize a água da torneira, apesar do cloro.

A água corrente energiza mais, mas os cristais podem ser colocados num recipiente de vidro com água (uma jarra de cristal é ideal) e expostos, ao Sol ou à Lua Crescente ou Cheia, durante um período de três horas a um dia, para recompor suas energias. Ao retirar os cristais, podemos utilizar essa água para beber, pois ela terá sido energizada pelos cristais.

Sol – O sol é conhecido como o principal elemento energizador dos cristais. É assim, mas com certas precauções. O melhor horário para expor os cristais ao Sol é de manhã, no período que vai do alvorecer às 10 horas, quando então seus raios começam a se saturar.

Também não é favorável expor constantemente ao Sol os cristais de cores frias, como o verde-azulado, o azul, o índigo, o violeta e o roxo. Eles são mais lunares e o excesso de Sol acaba danificando e alterando sua estrutura química e cromática.  O quartzo branco torna-se mais opaco quando exposto constantemente ao Sol, já as pedras de cores quentes, como a vermelha, a laranja, a amarela e a verde-amarelada, querem muito Sol, quanto mais, melhor!

No caso de ausência de luz solar, podemos utilizar a luz de vela, uma lapada forte ou qualquer outra forma de luz ou fogo, colocando-a próxima aos cristais.

Lua – A luz lunar é extremamente benéfica para as pedras brancas límpidas e para as de cores frias, mas, não oferece exatamente o tipo de energia pedido pelas pedras de cores quentes.

As luas favoráveis para energização são a Crescente e a Cheia. A Minguante pode ser usada para limpeza e a Nova para descanso do cristal.

Terra – A terra também limpa e energiza os cristais. Colocando-se um cristal sobre a terra, ou enterrando-o nela, ele receberá toda a manutenção necessária para seu funcionamento e bem-estar.

Pode-se também colocar os cristais num vaso de plantas; mas, nesse caso, primeiro limpe os cristais para que as plantas não recebam suas cargas negativas. Agora, com o cristal limpo, você irá notar como, subitamente, as plantas começarão a crescer e a se tornar belas e viçosas.

Incenso e Ervas – Os incensos elevam e purificam a vibração dos cristais. Podemos usar os palitos quanto o braseiro – o importante é que a fumaça envolva os cristais. Pode ser utilizado qualquer aroma (sândalo é um dos mais preferidos), menos arruda e cânfora, que devem ser reservados para a limpeza.

No tocante às ervas, nem é preciso descrever o poder energético e curativo que delas emana. Podemos colocá-las em torno dos cristais ou tritura-las em uma bacia com água, onde, em seguida, deixamos os cristais pelo período de um dia. Várias ervas podem ser utilizadas, mas o melhor é usas folhas de boldo, saião, alecrim, manjericão ou eucalipto, ou ainda todas juntas. Estas ervas são facilmente encontradas em feiras e até em mercados, e não tem qualquer contra indicação.

Outros Cristais – Podemos colocar os cristais que vão ser energizados, em drusas maiores de quartzo branco ou de outros cristais afins. Podemos, também, coloca-los dentro de um círculo, de uma Mandala composta por cristais brancos ou afins, permanecendo, em ambos os casos. De um a três dias.

É importante que as drusas e os cristais da Mandala já estejam previamente energizados.

Intenção e Amor – A intenção é o método pelo qual utilizamos a energia mental para energizar os cristais. Enviamos mentalmente, ou através de palavras, mensagens de luz, força e energia para os cristais. Durante a mentalização, seguramos o cristal com as mãos, levando-o até a fronte, ao final, sopramos sobre ele, oferecendo-lhe a nossa energia vital.

O amor é simplesmente o carinho e afeto com que os tratamos.

Além dessas fontes energizadoras, temos ainda o nosso relâmpago, o trovão. Os ventos e demais forças da natureza.

Buena Dicha! Dani

 

 

Print Friendly, PDF & Email
2017-03-18T19:01:13+00:0004 outubro 2013|Categorias: Cristais|Tags: , , , |

About the Author: